Tuesday, December 14, 2004

Londres, uma cidade mágica

Recupero agora um texto que escrevi há dois anos, quando visitei Londres pela primeira vez.



Foi com bastante excitação que entrei no voo TP5152 no dia 23 de Agosto, com destino a Londres, Grã Bretanha. Foi a primeira viagem de férias que fiz a “sério” depois de quase duas décadas a estudar e, finalmente, com o canudo no bolso.
Depois de alguma ansiedade inicial, própria de quem viaja de avião pela primeira vez, aterrei no aeroporto de Heatrow cheia de expectativas e, com certeza, com um brilho nos olhos. Á minha espera tinha uma grande amiga que se prontificou a mostrar-me sua cidade de eleição: Londres. Veio em Março para tirar aperfeiçoar o Inglês e já não conseguiu partir, confessou-me mais tarde. Eu estava muito próxima de compreender o porquê desta decisão.
Londres para mim foi mais do que uma agradável surpresa. Foi o descobrir de uma nova “luz”, o presenciar e conviver com um grande número de pessoas das mais diversas nacionalidades concentradas em pequenos espaços numa miscelânea de etnias saudável.
Adorei ouvir pessoas a cantar ópera ou a tocar harpa no metro (tube) e adorei os artistas de rua em cada esquina de Covent Garden, e que mostravam a quem passam as suas bizarras exibições sem caírem na mendicidade. Adorei visitar o British Museum, a National Gallery e a Catedral de Saint’s Paul. Adorei ver de perto os girassóis de Van Gogh, espantei-me com o brilho do Big Ben (uma visão única) e com os dourados do Palácio de Buckingham. Adorei a agitação de Picadillus Circus e a loucura de Leicester Square, repleto de neóns acesos mesmo durante o dia que emprestavam às ruas uma luz muito própria. Adorei apanhar com chuva miudinha em Trafalgar Square e ver a Torre de Londres debaixo de um temporal. Adorei as flores espalhadas por toda a cidade, o trânsito ao contrário, os pubs repletos de gente às quatro da tarde, os táxis multicolores, os autocarros vermelhos de dois andares, a cortesia dos britânicos, a irreverência dos punks e os coffe-shops espalhados por todo o lado. Adorei sobretudo o facto de ter aproveitado cada minuto que passei em Londres ao máximo. E ter respirado a magia de Londres. Prometi voltar um dia....

relato publicado em http://www.geotur.pt/relatos.asp?ID=163

4 Comments:

Blogger Hugo Cristóvão said...

Oi Elsa,
Devo ir a Londres em Janeiro, e ler o teu texto foi como abrir-me o apetite, despertar-me a vontade.
Sei que provalmente vou encontrar nesta altura, uma cidade fria e chuvosa, mas ainda assim espero poder apreciá-la e ter tempo para ter uma ideia global de Londres.
até, continua o bom trabalho.

5:19 PM  
Anonymous Anonymous said...

Boa noite.
Sou uma jovem de 15 anos e gostaria muito de seguir jornalismo, e esse meu sonho passa por fazer intercâmbio em londres .
Sou uma leitora assidua do tempelario, visto que vivo perto.

12:28 PM  
Anonymous Order Lexapro said...

This is good site to spent time on. allergy

1:09 AM  
Anonymous Anonymous said...

This is good site to spent time on. allergy

3:04 AM  

Post a Comment

<< Home